A Mesa de Pedra

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Mesa de Pedra

Mensagem por Aslan em Sab Jan 18, 2014 4:22 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Mesa de Pedra

A Mesa de Pedra foi o lugar onde Aslam foi sacrificado no lugar de Edmundo é também o lugar onde Os irmãos Pevensie encontra o exército de Aslam quando guiados pelos castores.


Thanks Nanda from TPO

avatar
Aslan
Animais Falantes
Animais Falantes

Mensagens : 138
Data de inscrição : 17/01/2014

Ficha de Nárnia
História::
Arsenal::
HP::
1000/1000  (1000/1000)

Ver perfil do usuário http://rpgnarnia.forumeiro.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: A Mesa de Pedra

Mensagem por Victor L. Hilliard em Sex Jan 24, 2014 4:24 am




Victor, The Warrior
A força de um guerreiro vem de sua espada.


Sinto seu abraço e aquele gesto amoroso e carinhoso já me faz sorrir e em pouco tempo o calor dela me aquece um pouco. Escuto sua voz. -E-é, estou me-mesmo.- Assobio e rapidamente o meu pégaso aparece. Subo nele e estendo a mão para Samantha subir. Assim que ela sobe meu pégaso já bate asas e alça voo. Em pouco tempo chegamos ao Dique dos Castores. -Pneumotroscopionogologista, vamos ao Dique!- E ele assente com a cabeça e parte voando em direção ao dique.
Créditos à The Machine

_________________



Victor L. Hilliard

Telmarino ° Lindjo ° Espada Estranha ° Doido @.@ ° Super Kawaii *-* ° Filho de meu pai
avatar
Victor L. Hilliard
Telmarinos
Telmarinos

Mensagens : 33
Data de inscrição : 23/01/2014

Ficha de Nárnia
História::
Arsenal::
HP::
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Mesa de Pedra

Mensagem por Convidado em Sex Jan 24, 2014 4:41 am

not know what to do.
just don't know what to do with myself.I don't know what to do with myself.Planning everything for two,doing everything with you and now that we're through.I just don't know what to do

Ela vai com ele para lá.

ENCERRADO.

tags: #me #someoneø song:I just don't know what to do with myself - The White Stripesø wearing: this

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Mesa de Pedra

Mensagem por Will Tratado em Ter Jan 28, 2014 11:35 pm


A Mesa de Pedra
Will Tratado – Narniano – 16 Anos

Sequer vira eu o sol se pôr, a conversa com Aslam ficara em minha mente e seu rugido me dava esperanças. Eu encontraria Susana em algum lugar e, juntando a benção de Aslam com todo o treinamento de infância, eu teria potencial para ser aprendiz da Rainha Susana. Caminhava durante a madrugada com arco em punho e as flechas preparadas na alijava em minhas costas. Nárnia era bela, mas não tão segura em dias sombrios como este. Eu estava acostumado a passar noites e mais noites sozinho a caminhando, mas o frio daquela noite em especial estava de enlouquecendo.

Já era quase manhã quando avistei a Mesa de Pedra, não estava longe, e eunão me sentia cansado, talvez Aslam não quisesse que eu estivesse indisposto. Corri até o local onde um dia Aslam fora morto em prol do Rei Edmundo, mas revivera trazendo novas esperanças ao exército. Fora aqui que as Rainhas da mais majestosa era de Nárnia choraram pelo Leão antes de vê-lo reviver e, portanto, era aqui que eu tinha esperanças de ver Susana.

Pus-me a pensar e esperar assim que sentei-me à mesa de pedra, meu arco na mão esquerda e uma flecha na mão direita, girando entre meus dedos, Aslam planejava algo para mim e ele deixara isso claro, mas porque eu? Se eu já convencera Aslam, e tenho a chance de convencer a melhor arqueira de Nárnia, só faltava que eu mesmo me convencesse de que eu era capaz disso.
avatar
Will Tratado

Mensagens : 13
Data de inscrição : 24/01/2014
Idade : 19
Localização : Arredores de Nárnia

Ficha de Nárnia
História::
Arsenal::
HP::
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Mesa de Pedra

Mensagem por Susana Pevensie em Qua Jan 29, 2014 12:22 am

Preparar... Apontar... Atire (:

Aslan... Narnia... Arqueiros... Aprendizes... Tudo isso atormentava os pensamentos de Susana naquela madrugada, seu passos eram leves, por mais que ela parecesse já não era mais tão forte quanto desejava ser. O arco estava em sua mão direita, estava fechava em um punho em torno da arma, em seu ombro esquerdo estava sua aljava. Sem motivos aparentes a jovem resolvera deixar de usa-lo de forma cruzada por seu corpo e coloca-lo de forma que pendesse apenas sobre um dos seus ombros. Seus olhos estavam brilhantes, nenhuma gota de suor e nem nada do tipo. A menina estava esperançosa, esperava ansiosamente para encontrar o garoto de quem Aslan falara. Pelo que soubera o tal garoto era alguém “normal”, mas que possuía grande apresso pelo arco e flecha. O sol começara a surgir no horizonte, por um simples momento Susana olhou para sua frente e avistou a mesa de pedra. Por alguns momentos ela ficou parada observando o local, lembrou-se de quando Aslan fora sacrificado ali, lembrou-se de quando foi de encontro ao exercito e lembrou-se das guerras que travou em nome do lugar que mais amava. Seus pensamentos voavam e o tempo passava lentamente. Um breve e pequeno sorriso surgiu nos lábios da rainha, ela pos se a andar novamente, caminhou em direção ao leste, queria surpreender o menino e ver do que ele era capaz logo de inicio. Não demorou muito e a jovem estava a alguns metros atrás do rapaz. Este por sua vez, estava sentado na mesa de pedra.
Um pequeno risinho foi dado pela menina, mas nada que fosse denunciar sua presença no local. “Vejamos a capacidade dele...” O sorriso se matninha nos lábios da jovem rainha, seu braço direito se estendeu, sua mão esquerda foi de encontro com uma das flechas guardadas em sua aljava, a flecha fora levada ao arco e ajeitada no mesmo. A jovem estava pronta para atirar, sua mão esquerda puxou a corda e apontou a flecha para um lugar centímetros de distancia do pé do menino. Ela respirou fundo e soltou a corda do arco, observou atentamente sua flecha cortar o ar e atingir exatamente o local desejado, a flecha foi fincada centímetros ao lado do pé do rapaz. Susana permaneceu aonde estava, porém com o arco abaixado esperando a reação do jovem.
tags; alguém. place; lugar. vestindo; link. com; um ser. em; um lugar.
credits ‹›

avatar
Susana Pevensie
Rainhas
Rainhas

Mensagens : 3
Data de inscrição : 19/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Mesa de Pedra

Mensagem por Will Tratado em Qua Jan 29, 2014 12:42 am


Rainha Susana
Will Tratado – Narniano – 16 Anos

Sequer vira eu o sol se pôr, a conversa com Aslam ficara em minha mente e seu rugido me dava esperanças. Eu encontraria Susana em algum lugar e, juntando a benção de Aslam com todo o treinamento de infância, eu teria potencial para ser aprendiz da Rainha Susana. Caminhava Já estava perdido em devaneios há algum tempo quando começo a ouvir barulhos. Mas não eram sons ameaçadores, logo reconheci o som e vi alguns pequenos roedores correndo ao norte. Sorri, eu poderia acerta-los, mas seria inútil, não estava com fome nem nada do tipo e às vezes sentia que animais não-falantes também não mereciam morrer, mas eu entendia os fatos, aqueles animais estavam à mercê de uma cadeia alimentar rigorosa em Nárnia, ainda mais com esta Feiticeira Vermelha se erguendo.

Meus pensamentos poderiam viajar muito além, mas foram interrompidos por um assovio muito conhecido: uma flecha. Eu fiquei imóvel, não sei por que, sempre eu quem atirava, não sabia reagir a tal ataque. A flecha fincou-se no chão à esquerda do meu pé, logicamente, as penas apontando para onde estava o atirador.

Em um salto, me virei para aquela direção, o arco em minha mão esquerda subiu, a flecha entre meu dedo médio e indicador foram ajustadas na corda, puxadas para trás, até que eu pudesse sentir o calor de minha mão em minha face. Só então reparei quem estava do outro lado, vestida de modo nobre e simples e com seu arco em mãos: Rainha Susana. Meu peito ofegante começou a bater menos acelerado, a pressão feita na corda foi irada e a flecha posta na alijava, enquanto o arco que sequer chegara a estar com a mira pronta, ajudava meu braço a cair em mais velocidade para uma posição de descanso.

- Ah, desculpe, Rainha Susana – Digo, fazendo uma reverencia. – Foi reflexo, instinto, não sei. – Sorrio meio constrangido. – É um prazer conhece-la.
avatar
Will Tratado

Mensagens : 13
Data de inscrição : 24/01/2014
Idade : 19
Localização : Arredores de Nárnia

Ficha de Nárnia
História::
Arsenal::
HP::
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Mesa de Pedra

Mensagem por Susana Pevensie em Qua Jan 29, 2014 1:01 am

Preparar... Apontar... Atire (:

O jovem apresentou para a rainha um bom reflexo e acabou assim superando as expectativas da garota. O sorriso nos lábios de Susana se alargaram, ela observou atentamente a mão do rapaz descendo de forma rápida graças ao peso do arco. Assim como o arco da garota o do garoto também ficou abaixado. De modo simples porém encantador ele reverenciou a rainha o que fez a menina se incomodar um pouco, ela sabia que aquilo tudo era formalidade mas odiava ver as pessoas se curvando diante de si. Com um simples rolar de olhos ela suspirou de forma frágil tentando ignorar o tal ato do menino. Ela sorriu ao ouvir o tom de voz suave do rapaz e começou a se aproximar lentamente. –Não se desculpe... Aliás, parabéns, ótimo reflexo o seu, porém precisa melhorar. De forma gentil a rainha estendeu a mão na direção do rapaz parando poucos centímetros a frente dele, ela o olhava de cima abaixo como se avaliasse todo o jeito do garoto tentando descobrir se ele era tão bom quanto Aslan dissera . –Como sabes sou Susana... Você é o...? O olhar da menina se tornava cada vez mais curioso e atento a cada movimento feito pelo jovem. A brisa passou pelo local em que estavam, leve e suave como sempre, mas isso não a impediu de bagunçar o cabelo da rainha.
tags; alguém. place; lugar. vestindo; link. com; um ser. em; um lugar.
credits ‹›

avatar
Susana Pevensie
Rainhas
Rainhas

Mensagens : 3
Data de inscrição : 19/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Mesa de Pedra

Mensagem por Will Tratado em Qua Jan 29, 2014 1:17 am


Visita de Aslam
Will Tratado – Narniano – 16 Anos

–Não se desculpe... Aliás, parabéns, ótimo reflexo o seu, porém precisa melhorar. – Sorri com o comentário, a Rainha sorria, o que me deixava mais aliviado, porém sem largar a postura. A gélida e gostosa brisa da manhã bagunçou os cabelos da Rainha, que se aproximara e estendera sua mão para mim, enquanto apenas passava por meu rosto, de modo a me fazer ficar confortável. Aperto a mão da Rainha com firmeza e sem muita força com a mão direita, livre do arco. Susana me olhava de cima a baixo, me avaliando. Não pude evitar pensar que me submetera a constante vigília da mesma, que orientaria em busca de meu sonho e, talvez, deu um guerreiro de Nárnia. –Como sabes sou Susana... Você é o...?

- Will Tratado, 16 anos, narniano, Rainha... – Disse eu, com calma, soltando a mão da moça. – Recebi de Aslam o aviso de que deveria lhe procurar. Encontrei com ele não há muito tempo, ele aprimorou minha habilidade com arco, que desde pequeno é a arma que salva minha vida. Crê o Leão de que possa ser eu seu aprendiz, para que possa realizar meu sonho e lutar por Nárnia. – Termino, olhando para o céu em busca de mais algo na memória. – Acho que é isso. – Digo sorrindo confiante.
avatar
Will Tratado

Mensagens : 13
Data de inscrição : 24/01/2014
Idade : 19
Localização : Arredores de Nárnia

Ficha de Nárnia
História::
Arsenal::
HP::
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Mesa de Pedra

Mensagem por Susana Pevensie em Qua Jan 29, 2014 11:27 pm

Preparar... Apontar... Atire (:


Assim como Aslan havia comunicado a rainha para que ela escolhesse seu aprendiz o leão havia ajudado o rapaz a se tornar um arqueiro melhor do que já era, assim ele impressionaria fácil a jovem. Tolice, Susana não queria se deixar levar pelo simples fato de Aslan achar o rapaz um bom arqueira, ela queria que ele lhe provasse o quão bom ele era com a arma. Assim que Susana teve sua mão solta arrumou brevemente seus cabelos, colocando assim as mechas que se bagunçaram para trás da orelha. A menina não ouviu tão bem as palavras ditas pelo rapaz que se autodenominou Will, a atenção da jovem estava presa em achar um jeito de fazer ele provar que era sim um bom arqueiro. A rainha sabia que deveria escolher rapidamente seu aprendiz, mas o medo começava a consumir, ela temia não achar um bom arqueiro e trazer problemas ao lugar que tanto amava. A jovem respirou fundo e sorriu de forma doce e gentil para o garoto. –Por favor, já que pretendes ser meu aprendiz... Ou pelo menos é o que Aslan quer... Me chame de Susana... Por favor. A menina começou a caminhar indo parar ao lado do rapaz, olhou a sua volta procurando por algo. Puxou uma flecha da aljava e a arrumou no arco ainda abaixado. O braço direito se estendeu e sua mão esquerda puxou a corda do arco, respirando de forma suave e concentrada atirou a primeira, sem demoras a garota puxou uma segunda flecha e a atirou rapidamente, uma terceira e uma quarta flecha foram lançadas. Todas as flechas acertaram o gramado a uma distancia de mais ou menos cinco metros de onde estavam. As flechas formavam uma linha lateral, como se subissem. Susana se virou para Will e tornou a sorrir. –Poderia fazer isso?
tags; alguém. place; lugar. vestindo; link. com; um ser. em; um lugar.
credits ‹›

avatar
Susana Pevensie
Rainhas
Rainhas

Mensagens : 3
Data de inscrição : 19/01/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Mesa de Pedra

Mensagem por Will Tratado em Qui Jan 30, 2014 12:46 am


Primeira Saraivada >>> Fail
Will Tratado – Narniano – 16 Anos

A confiança ia se perdendo. Susana era uma exímia arqueira, todos sabiam disso. Eu caçava, apenas e será que o rugido de Aslam faria tanta diferença? Sacudi a cabeça, afastando os pensamentos, a rainha que me julgaria, eu só precisava acreditar. Ela sorri gentilmente, começando a falar.

– Por favor, já que pretendes ser meu aprendiz... Ou pelo menos é o que Aslan quer... Me chame de Susana... Por favor – Susana caminhou, parando ao meu lado. Seu arco ficou ali, apontando para o chão, enquanto suas mãos buscavam uma flecha na alijava. Ele arrumou a flecha na corda, começou a puxar e ergueu o arco, mirando para a frente. Quando a rainha soltou a flecha, a mesma viajou pelo ar, caindo no gramado a cinco metros dali. Ainda estava olhando para flecha quando outra cravou-se ao lado daquela, me virei rapidamente, vendo ela soltar a terceira flecha e já buscar a quarta em sua alijava. Em questão de segundos, quatro flechas estavam dispostas em uma linha lateral. Mesmo boquiaberto, eu já tirava uma flecha na mão quando Susana se dirigiu a mim, entendendo o propósito da arqueira.

–Poderia fazer isso? – Perguntou ela, sorrindo. Eu movi a cabeça negativamente, olhando para as flechas dela, mas suas palavras giravam em minha cabeça sem fazer sentido, até que consegui encaixa-las em uma frase e de súbito eu voltei da distração “Poderia fazer isso?”.

- Ah, acho que sim. – Digo, pensativo, pensando se já fizera algo parecido. Eu já acertara muitos alvos com perfeição, mas nunca em sequencia tão rápida. Já fizera sequencias rápidas, mas nunca com tanta perfeição. Encarei o arco em minhas mãos, eu atirara pouco com ele e, sem dúvidas, era melhor do que o meu habitual de madeira. – Mas não tão perfeitamente.

Girei a flecha duas vezes e a encaixei na corda. Meu pé esquerdo avançou um pouco, o direito recuou, ficando de lado como apoio, a mão direita puxou a corda. Respirei fundo, medindo a trajetória da flecha, agora sentindo a força do vento e calculando a rota até o lado da primeira flecha de Susana. A mão esquerda se ergueu, senti o calor de minhas mãos na face e soltei a flecha. Sem pensar duas vezes, minha mão viajou até a alijava e pegou outra flecha e a colocou na corda. Movi o arco instintivamente para o lado, senti minha mão na face e larguei a corda mais uma vez. Repeti o movimento mais duas vezes, fitando o alvo com concentração e ao soltar a flecha, olhar para outro.

Olhei para meu trabalho. Satisfatório? Nem tanto, corei em ver o resultado. Por algum motivo medi errado a tração do arco, puxando um pouco demais a corda e vendo que minhas flechas paravam meio metro á frente e meio metro a esquerda das flechas de Susana, já que a velocidade maior da flecha impediu o vento de agir. De qualquer forma, demorando 50% a mais de tempo que Susana, consegui fazer uma linha quase paralela a da rainha, quase, porque minha linha era muito torta.

- Isso não foi bom... Posso tentar de novo? – Pergunto, segurando o arco apontado para o chão, com uma flecha na corda e um sorriso bobo na cara.
avatar
Will Tratado

Mensagens : 13
Data de inscrição : 24/01/2014
Idade : 19
Localização : Arredores de Nárnia

Ficha de Nárnia
História::
Arsenal::
HP::
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Mesa de Pedra

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum